Plano de Acção Global para a actividade física 2018-2030

Aplicações informáticas – auxílio no tratamento de pacientes seniores
Setembro 19, 2018
Ministério da Saúde cria Estratégia para as Demências
Setembro 21, 2018
Voltar

Plano de Acção Global para a actividade física 2018-2030

Mais Pessoas Ativas para um Mundo mais Saudável

 

Está provado que a prática regular de atividade física contribui para a prevenção e tratamento das doenças crónicas não transmissíveis tais como doença cardíaca, acidente vascular cerebral, diabetes, cancro da mama e cancro do cólon. Também ajuda a prevenir a hipertensão, excesso de peso e obesidade e contribui para a saúde mental, melhoria da qualidade de vida e bem-estar.

Apesar disso, o mundo está a tornar-se menos ativo. À medida que os países se desenvolvem do ponto de vista económico, os níveis de inatividade aumentam. Em alguns países, podem atingir os 70%, devido às mudanças nos meios de transporte utilizados, aumento do uso de tecnologias, valores culturais e urbanização.

Não agir no sentido de aumentar os níveis de atividade física levará ao aumento dos custos, com um impacto negativo nos sistemas de saúde, no ambiente, no desenvolvimento económico, bem-estar da comunidade e qualidade de vida.

O novo plano de ação global de promoção da atividade física dá resposta às solicitações dos países sobre orientações atualizadas, e um quadro de ações políticas efetivas e viáveis para aumentar a atividade física a todos os níveis. O plano estabelece quatro objetivos

  1. Criar sociedades ativas
  2. Criar ambientes ativos
  3. Criar pessoas ativas
  4. Criar sistemas ativos

A implementação exigirá uma forte liderança, em conjunto com parcerias intergovernamentais e multissetoriais, no sentido de obter uma resposta coordenada e completa de todo o sistema. A Organização Mundial da Saúde apoiará os países a ampliar e fortalecer a sua resposta com soluções políticas baseadas na evidência, diretrizes e ferramentas de implementação, e irá monitorizar o progresso e o impacto globais.

A OMS apoiará os países a implementar abordagens integrando todos os parceiros em cada comunidade ou território, visando o aumento da atividade física em pessoas de todas as idades e capacidades. A coordenação e capacidade aos níveis global, regional e nacional serão reforçadas para responder às necessidades de apoio técnico, inovação e orientação.

 

Notícia da Organização Mundial Saúde